29/08/13

A recomeçar

Fogo,                           
pena,                   
sorriso:
três objectos-sentimento
que a assaltavam
hora a hora,
minuto a minuto,
tiquetateando,
forçando-a ao sorriso,
à pena,
depositando-a no fogo.
E tudo a recomeçar,
mecanicamente,
melhor, digitalmente,
com a certeza
de um programa pavoroso
criado pelo absurdo.
Já não eram só as mãos,
que tremiam,
ou os joelhos que chocalhavam
num tango bizarro;
toda ela era um estorvo
para si mesma.
Aquele ciclo:
fogo,
pena,
sorriso,
era a mortalha,
o regresso
a caminhos extintos...

Jaime A., 49 anos, Lisboa

Publicado aqui: http://soprodivino.blogspot.pt/2013/09/a-recomecar.html#links
Desafio nº 1 – palavras impostas: pena, sorriso, fogo

Sem comentários:

Publicar um comentário