17/09/13

A face oculta do espelho...

Num espelho, Joana fitava o olhar; aquela transmissão visual elucidava-a da transcendência estilística... enquanto o feixe óptico parecia absorto, em transe, todos os que olhavam aquela pintura envernizada, apesar de elevada tenacidade, continuavam com o cego espantado... Transferia-se para um colosso translúcido, um espelho que não espelhava, translucidava, mas Joana definhava o espanto vário ao proferir: a imagem translúcida é mais concreta, retrata as minhas ruas imperfeitas da forma singela, enquanto um espelho se limita a exortar...  

Afonso Caldeira, 14 anos, Colégio Andrade Corvo, Torres Novas, prof Carla Veríssimo

Desafio RS nº 5 – 7 palavras com TRANS–– (no início, não necessariamente prefixo)

Sem comentários:

Publicar um comentário