11/09/13

A transumância do rio

O rio inchou, de tão largo transbordou. Abalroou pontes e outras edificações.
Os galhos, transportados pela corrente, aproveitaram a viagem.
A água tinha perdido a sua transparência, mais parecia uma torrente de lama.
Transtornada, a população rezou.
O país transmitiu a sua preocupação através de lamentos e suspiros.
Na foz, o caudal transformou-se em água salgada e ondulada. Sem demora, transferiu para a terra o que era da terra.
E quando a chuva parou o rio voltou.

Maria Garrido, 48 anos, Caminha


Desafio RS nº 5 – 7 palavras com TRANS–– (no início, não necessariamente prefixo)

Sem comentários:

Publicar um comentário