17/11/13

A mulher das socas verdes

Dava-se o caso de que o enlace final caíra em saco roto e a dona das socas verdes andava a cirandar por ali como quem cose palavras dentro do vento.
Certo é que naquela mente nada mais havia do que palavras ocas. Talvez por isso muitos lhe tivessem asco, mas gostariam que ela lhes coasse os sentidos e os fizesse sentirem-se num caos amoroso, pois, afinal de contas ela era tão bela e sábia nas artes amorosas.

Rosário Oliveira, 47 anos, Leiria

Desafio Rádio Sim nº 7 – anagramas com S C O A (com alguma liberdade…)

Sem comentários:

Publicar um comentário