11/11/13

Que caos!

Há dias que ninguém entrava ali, apesar de todos conhecerem o caso. O caos era evidente e o asco que sentiu quase a fez desistir.
Arranjou um saco onde colocou todos os detritos e uma soca perdida, pôs de parte alguma roupa, à espera que alguém a cosa.
Que cabeças ocas deixam assim ao abandono um ser que tanto as amou?
Por que coas a felicidade, meu Deus, e não a deixas jorrar sobre os mais infelizes?

Maria de Fátima Esteves Martins, 44 anos, Coimbra

Desafio Rádio Sim nº 7 – anagramas com S C O A

Sem comentários:

Publicar um comentário