21/11/13

Sem resposta

Terá Deus criado o homem à sua semelhança por solidão ou vaidade? Não há resposta para esta inquietação da existência. Porque à luz do pensamento, tudo é conflituoso.
Não há como recuar até aos primórdios do universo e chegar ao vácuo infinito da não-memória. O antes do antes continua a ser uma ideia inatingível. Contudo, sem nenhuma tese peremptória, a dúvida é suportável porque encontra abrigo no saber que nada acontece por acaso nem por mera sorte.

Regina Graça, 49 anos, Coimbra

Desafio nº 55 – reescrevendo um texto com contrários

Sem comentários:

Publicar um comentário