30/01/14

O papagaio

No tempo em que não era mais possível inventar palavras, certo papagaio obstinado apenas repetia “Não”. Os donos, não estando para brincadeiras, decidiram-se pela super-cola. Não que fossem contra os direitos dos animais, não! Não que não gostassem de ouvir papagaios no noticiário das oito, não! Mas não gostavam – mesmo! – era de lhe ensinar novas palavras. Aquele não custara-lhes horas. Agora, não suportando tanto não, impunham-se medidas cautelares: não lhe cortariam o bico, não, isso seria desumano!

Graça Santos, 55 anos, Paço de Arcos

Desafio nº 59 – 14 vezes a palavra não