17/08/14

Saudade

"Amo-te tanto".
Coras, sem jeito.
Ternura maquilhada de rugas.
Assim te conheço desde sempre.
Sorriso rendilhado, humilde, coração de paz.
Dizes: “És a luz dos meus olhos.”
Beijo as maçãs rosadas do teu rosto, deliciosas.
O teu corpo verga-se com o peso da vida.
Depois de almoçar cochilas, no sofá relho, mas antes perguntas.
“Ó lobo tás bem”, respondo logo de seguida (sei de cor).
“Sim, barriguinha cheia e pé dormente, não há coisa que mais contente.”

Ana Diniz, 53 anos, Almada

Desafio nº 71 – frases de 2 a 12 palavras

Sem comentários:

Publicar um comentário