27/02/15

Amar assim

Na predisposição daquilo que é correto ou na procura do que é suposto ser, viver e sentir, ela é só mais uma. Uma criatura deveras real, algo que existe sem se dar a conhecer. Ela é o beijo que nunca te pertencerá, o abraço que nunca mais apertarás.
E, quando no vácuo daquele mesmo dia disse que te amava, sentiu as palavras atrapalharam-se dentro de um amor que só a ela pertence.
Como é triste amar assim!

Ana Sofia Cruz, 17 anos, Porto

Desafio RS nº 13 – … palavras atrapalharam-se dentro…

Sem comentários:

Publicar um comentário