01/02/15

Freitas, meu amigo Freitas

Lá junto da peixaria,
Vivia o meu modesto amigo.
Freitas, meu amigo Freitas,
Posso partilhar esta história consigo?

O Freitas já era muito velhote,
Gostava de me contar histórias.
Na verdade, queria é desabafar,
Contando as suas antigas memórias!

Ganhava prémios de poesia,
Na sua antiga escola,
Oferecia-me sempre biscoitos,
Da sua guedelhuda sacola.

Andava a coxear,
Já ali na peixaria,
Como eu gosto do Freitas,
Venha cá, Freitas, meu avô, minha alegria!

Maria Leonor Moura, 11 anos, Santa Maria da Feira

Desafio nº 83 – texto sobre imagem de Francisca Torres

2 comentários: