21/02/15

O reitor

reitor, vestido a preceito, encaminhou-se para o seu gabinete dias depois de ter sido eleito. A primeira questão a tratar dizia respeito à uma seita que deambulava pela universidade de uma forma suspeita.
Iria investigar sem preconceito. Só pararia quando se sentisse satisfeito. Chamou os alunos para os questionar.
– Peço desculpa, Exmo Sr. Reitor, mas, responder, eu não aceito. O que para mim é certo, para si pode ser mal feito! Se quiser, chame um advogado!

Márcia Gomes, 36 anos, Vila Nova de Famalicão

Desafio nº 67 – 8 palavras com EIT

Sem comentários:

Publicar um comentário