25/02/15

S. Miguel - Açores

Polígonos circulares fechados contornam lagoas, vilarejos, campos e herdades, sempre adornados com as mais coloridas flores. Muros caiados contrastam com o verde do campo e o negro da praia. Figuras religiosas coladas às fachadas saúdam os visitantes e, em todas as aldeias, é a igreja o edifício destacado.
A religiosidade fervilha na mesma medida que a acção vulcânica. Até já foi visitada pelo santo Papa!
À do outro lado chamam-lhe “Pérola”. Porque não, a esta, chamarem-lhe “Pastorisa”?

Márcia Gomes, 36 anos, Vila Nova de Famalicão

Desafio nº 65 – chamavam-lhe Pastorisa

Sem comentários:

Publicar um comentário