21/02/15

Só no fim ele aparece

Depois do fim da infância 
Ao entrar na adolescência
Surgiu-me uma pergunta
Que ainda hoje me atormenta

Amor, onde está?

Li romances e poemas
Em busca de um padrão 
Vi filmes e série na televisão
Conversei com conhecidas
Troquei experiências de vidas
E cheguei à conclusão
Que o amor é como o firmamento
Não se encontra um elemento
Encontra-se uma vastidão
E só quando se olha ao longe
Se reconhece a existência
Se sente a sua presença.

Márcia Gomes, 36 anos, Vila Nova de Famalicão

Desafio nº 64 – texto começando por “Depois do fim…”

Sem comentários:

Publicar um comentário