18/02/15

Zeca

Zeca lutava contra o tempo, fazia senti-lo vivo. Zelava pelo bem estar, trazendo de volta a vitalidade perdida. Zangado, tentava conduzir.
Tempestade traz de volta o zunido da revolta. Vento zangado que extravasa sem medida.
Faz frio, as gaivotas voam em céu cinzento.
Zeca lembrava do que diziam os amigos. Tu és capaz... infeliz daquele que não segue os seus sonhos! Azucrinado pela  dor que trazia, parou...
Mais uma vez, continuou a sonhar, sentia-se bem feliz assim.

Prazeres Sousa, 51 anos, Lisboa

Desafio RS nº 22 – todas as frases com 2 Zs

Sem comentários:

Publicar um comentário