24/06/15

Desarrumação

Miguel entra no seu quarto desorganizado levando uma mão à cabeça. Esquecera-se completamente de o arrumar, tarefa que não lhe agradava. Recorda-se, então, dos advertimentos da mãe sobre o seu desleixo que era capaz de levar o Papa ao desespero. Felizmente, era um bom aluno e na maior parte das vezes conseguia sair ileso ao mostrar o cartão verde que eram as suas notas. Contudo, agora, as férias tinham chegado, sinónimo de tarefas domésticas, um verdadeiro pesadelo.

Inês Manaia, 13 anos, Leiria