28/10/15

Dois cafés

No outro dia estava a fazer fila e um tipo de fato me ultrapassou. Não disse nada por altruísmo. A arrogância dalgumas pessoas me exasperam. Mas era um dia de merda e a frustração tornou-me hostil. "Só porque tens um fato te achas melhor do que eu?" eu disse. O tipo olhou com indiferença e continuou a sua conversa telefónica. Raiva imediata e imensa. Eu pedi dois cafés, um para mim e outro para o seu fato.

Lucas Krywicki, 20 anos, Liège, Bélgica, prof Paula Pessanha Isidoro

Desafio nº 45 – emoções por ordem alfabética 

Sem comentários:

Publicar um comentário