17/11/15

As torres

Do alto das torres gritava de felicidade.
– Não me torres a paciência, já te pedi mil vezes para sair daí! Se cais vou eu para aí gritar a minha dor!
– O acordo que fizemos foi que me deixavas festejar à minha maneira.
– Pois… ainda acordo de um pesadelo. Tão sábia que és, não vês o perigo?
– Não te sabia preocupado! Vive este nosso momento!
– Talvez tenhas razão!
Subiu à torre. Em uníssono, anunciaram ao mundo o amor!

Amélia Meireles, 62 anos, Ponta Delgada

Desafio nº 47 – 3 grupos de palavras com mesma grafia e significado diferente

Sem comentários:

Publicar um comentário