12 fevereiro 2016

Um bule valioso

Sou um bule rachado, sou! Rachado, mas estimado, rodeado de chávenas jeitosas.
Agora promoveram-me a antiguidade e querem vender-me por bom preço.
Durante muito tempo, servi chás em salões e conheci gente fina e snobe. Mas andava desgastado e farto da etiqueta.
Até que o acidente se deu. Como não ia para novo fiquei contente com a minha nova situação. Hoje, quando ela vier buscar as chávenas, peço-lhe que me esconda noutro armário. Não quero ser vendido! 

Isabel Sousa, 64 anos, Lisboa

Desafio nº 4 – começando a frase “Sou um bule rachado, sou”

Sem comentários:

Enviar um comentário