09 março 2016

Vencer no desespero

Fogo! Tarde demais! Ele, com ligeiro palavreado queria desculpar-se embora eu tenha pensado e decidido, que a cena ignóbil jamais se repetiria. Não havia hesitação da minha parte. Dava-se o início do resto da minha vida…eu nem precisava da desforra…
Tinha prometido que não desistiria apesar do estanque teatral. Aberta a cortina do meu palco, o pano preto tinha ficado de lado, tal qual a minha história amarga.  
Assim, adquiri o conhecimento de como vencer no desespero…

Andrea Ramos, 39 anos, Torres Vedras

Desafio nº 69 – lista de palavras, onde se inclui desforra

Sem comentários:

Enviar um comentário