13 abril 2016

A desilusão

Encontro-me perdida nesta ENCRUZILHADA, sem saber 
CAMINHO que escolher. Gostaria de saber, porquê.
Quando tu, vives na DESCONTRACÇÃO, da liberdade
da vida que escolheste, mas enganas-te, se pensas
que o SUSTO não te encontra. Julgas-te intocável.
As tuas REGRAS, que tu próprio inventaste,
fazem CALAR as PALAVRAS
CONFIDENTES, sem eu nunca saber a REVELAÇÃO
do significado delas. EXCEPTO quando as deixei
enterradas naquela EXTENÇÃO DE AREIA 
chamada MAR desertual. Mas sabes bem,
não merecia esta desilusão.

Natalina Marques, 57 anos, Palmela

Desafio nº 54 – pares de palavras com sentido contrário

Sem comentários:

Enviar um comentário