08/05/16

Colo de pai

Dedico então esse caminho de poesia para aquele que me ensinou a sonhar.
Dedico a um homem que soube ser o melhor pai do mundo. E mesmo em curto espaço de tempo soube me cobrir de muito amor. Contando histórias maravilhosas
apresentou-me um mundo de possibilidades infinitas. Abrindo portas e janelas para os bons sentimentos ensinou-me a buscar novos caminhos. Ensinou-me a cultivar a menina que vive em mim: e caber sempre em seu colo de pai.

Lia Noronha, 53 anos, Vila Velha, Brasil

Desafio nº 26 – dedicatória para alguém