24/11/17

Margarida Freire – desafio 100

Gosto das Pessoas, sinto ternura pelos Animais, amo o Planeta, o País onde nasci.
Fascinada pelo Mar, recordo o Primeiro Encontro, tinha eu seis anos.
Recordo que parei a meio da rampa, em Santo Amaro de Oeiras….
Compreendi nesse dia o sentido da palavra INFINITO. Não sei de forma que melhor o defina. No Mar, encontro Deus. 
Encontro-me, sem artifícios, sem desculpas, com rigor.
Sei, sinto que faço parte dele, e foi por isso que me escrevi.
Margarida Freire, 75 anos, Moita
Desafio nº 100 – «e foi por isso que me escrevi»


Sem comentários:

Publicar um comentário