25/02/18

Érica Nugas ― desafio 35


Soas-me na alma distante onde sinto o meu amor irritante. Não me abandones! Pode ser mau para ti, pois o que resta já não está dentro de mim. Tu és perfeito e carinhoso só que eu não consigo estar sem ti! Sigo os teus passos, mas quando te vejo quero o teu abraço! Eu sou o sol e tu és o meu mar e eu sem ti não posso amar! O que me faz a alma vivida.
Poesias Ortónimo, Fernando Pessoa
Érica Nugas, 13 anos, Olhão, Escola EB 2/3 Professor Paula Nogueira, Prof.ª Cândida Vieira
Desafio nº 35 – partindo de dois versos de autor


Sem comentários:

Publicar um comentário