25/02/18

Leonor Coelho ― desafio 35


Dois cavalos a par eu conduzia
Um tão branco que até reluzia
De nome Maresia
Outro de tom mais acastanhado
Mesmo muito “marafado”.
Corre, corre, cavalinho
– Dizia a menina de vestido verdinho.
Uma festinha ganharam
E uma cenoura devoraram
Um belo passeio foram dar
Mesmo à beira-mar
As patas molharam
E com as ondas se assustaram…
Um dia bem recordado
De sol brilhante e mar agitado
Um intenso vento de sul
Junto de um mar inteiramente azul.
Versos: “Dois cavalos a par eu conduzia” e “Junto de um mar inteiramente azul” – Andresen, Sophia de Mello Breyner – Obra Poética – DUAL.
Leonor Coelho, 11 anos, Olhão, Escola EB 2/3 Professor Paula Nogueira, Prof.ª Cândida Vieira
Desafio nº 35 – partindo de dois versos de autor