18/03/18

Eurídice Rocha ― desafio 36


"É pena que este guarda-chuva não saiba falar a linguagem das pessoas porque nós talvez tivéssemos muito a aprender com ele." ― Maria Teresa da Silva Maia, in Contos inéditos “O guarda-chuva que queria ser paraquedas”

Viagem
Ele é quem faz escorrer pudor nos pensamentos com júbilo… forçado a aprender, cedo, a dor no abandono da mãe, tivéssemos adivinhado quão imenso coração remanesceu talvez o amássemos sem fim. Nós caminhámos porque as pernas queriam abandonar corpo… pessoas arregalavam curiosidades, das nefastas. Fugas da linguagem a falar entre olhos, sabia que alma se fundia em nó cego. Timidamente, não partilho anseios. Esconde-me, guarda-chuva, das lágrimas de este que me encanta. Pena é montanha de medo…
Eurídice Rocha, 51 anos, Coimbra
Desafio nº 36 – uma frase de um conto de autor, usando as palavras por ordem inversa


Sem comentários:

Publicar um comentário