03 maio 2018

Daniela Duarte ― desafio 129


E lá estava Anastasia, comendo o seu pastel de nata, no café, refletindo entediada sobre o seu trabalho. Ela era ambiciosa, queria chegar ao topo da sua carreira, mas sabia que a sua biologia não o permitia, só os homens podem atingir o topo.
Não queria parecer ingrata, mas a verdade é que ela trabalhava mais que qualquer um. Por vezes, a papelada era tanta que, contava a Renata, «só uma santa».
Anastasia fazia tudo sem recompensa.
Daniela Duarte, 12º CT3 da Escola Secundária José Saramago-Mafra, prof Teresa Simões
Desafio nº 129 – palavras que vêm de NATA

Sem comentários:

Enviar um comentário