07/09/18

Elsa Alves ― desafio 91


As lágrimas, cada vez mais grossas, aumentam o caudal e o leito, sem margens nítidas, revelam portas fechadas. Comportas férreas suportam toda esta força e nivelam a corrente de palavras por abrir. Contudo, a barragem cede aos sentimentos que, até hoje, mantinha guardados e, em cascata, eles soltam-se, ao ritmo da queda de água. O líquido transparente pretende que me seja permitida forma de flutuar. Impulsão não tenho mas, mesmo assim, a algum lado hei-de ir desaguar...
Elsa Alves, 70 anos, Vila Franca de Xira
Desafio nº 91 – cena metafórica de gota de chuva que acaba numa poça

Sem comentários:

Publicar um comentário