11 outubro 2018

Filomena Galvão ― desafio 151


Pegou no CAPOTE e abalou. Os ESPARGOS tinham de ser colhidos. Depois tinha de TREPAR ao telhado para reparar uma fuga. Em Junho tinha caiado a casa, fazia-o todos os anos. Pegava na cal, num FUNIL e numa lata ia adicionando água, depois dava cor às paredes. Agora as chuvas ameaçavam, não podia adiar a tarefa que incluíra numa PÁGINA de coisas a fazer. Ouviu um GRITO, virou-se: era Maria que chorava: o colar de MISSANGAS esbardalhara-se. 
Filomena Galvão, 57 anos, Corrios
Desafio nº 151 ― palavras com espargo

Sem comentários:

Enviar um comentário