18/06/19

Elsa Alves ― desafio 168


O caso era surpreendente. Incompreensível. Até assustador. É que eu não tinha palavras. Desaparecidas, as malvadas, vejam bem. Que audácia! Sem elas eu não era nada... Como podia viver assim? Foram dias a fio, tão difíceis... Apática, pasmada, paralisada. Felizmente lá reapareceram elas, as canalhas!!! Exigentes de forte disciplina da minha parte, martelaram-me os ossos com audácia; amontoadas, comandaram-me a mão. Apressaram-me: "Vá, toca a escrever!!!" E eu, obediente, dei início a este texto, em puro deleite...
Elsa Alves, 70 anos, Vila França de Xira
Desafio nº 168 ― o caso surpreendente

Sem comentários:

Publicar um comentário