12/02/20

Rosário Oliveira ― desafio 198

Havia perto do rio manso um rosmaninho rosa com odor de ninho de passarinho verde. Há um aninho que jazia ali e mansinho delirava nos ululares do vento. De cada vez que lhe batia uma folha dançava em pontas de cores alegres e espraiava-se em direção à água. Queria tocar-lhe e ver os segredos escondidos debaixo das pedras lisas que os meninos atiravam nos dias de brincadeira com os pais libertos das das obrigações. Adorava vê-los sorrir.
Rosário Oliveira, 54 anos, Leiria
Desafio nº 198 ― anagramas de rosmaninho