05/09/20

Fernanda Malhão – desafio 110

 Problemas são como rosas

Não há problema que não tenha soluçãoA questão é que às vezes é preciso que o problema grande seja desmembrado em pequenos problemas, depois, cada pedaço deve ser tratado individualmente, um pequeno problema de cada vez. Também não adianta dividir o problema em pedaços à bruta como se lhe déssemos com um martelo. É preciso ter calma, tratá-lo como se fosse uma rosa, no sossego do nosso refúgio, um a um cada espinho vai sendo retirado.

Fernanda Malhão, 44 anos, Gondomar

Desafio nº 110 – 8 palavras obrigatórias

Sem comentários:

Publicar um comentário