11/09/20

Fernanda Malhão – desafio 219

 As pombas estragaram a festa

Eram as dezenas de pombas no parapeito. Eu saí porta afora vestido a preceito. Estava vaidoso, impecável, para ninguém por defeito! As pombas não têm o mínimo respeito. Um breve voo, perdi o aspeto perfeito. Seus terríveis dejetos apanharam-me mesmo a jeito. Voltei para casa chateado, sem nenhum proveito. Não fui à festa, não teve jeito.  Esperei tanto por este encontro, estou desfeito. Sentia uma tristeza instalada no meu peito. Vesti o pijama, deitei-me no meu leito.

Fernanda Malhão, 44 anos, Gondomar

Desafio nº 219 – terminações eito, onta, ite

Sem comentários:

Publicar um comentário