01/09/20

Marta Rodrigues – desafio 214

 O caderno era uma sopa de letras! Segundo ele eram “ideias soltas” que só ele percebia. Aparentemente eram frases sem nexo escritas numa letra de médico que só dificultava. Nunca teve letra bonita, nem quando tinha letra primária.
As “ideias soltas” transformavam-se numa letra para a música que compôs. Era diferente das outras letras que tinha feito.
Os acordes no meio da confusão pareciam letras aleatórias.  E agora é essa letra que não me sai da cabeça.
Marta Rodrigues, 21 anos, Albufeira
Desafio nº 214 – à volta da palavra letra»

Sem comentários:

Publicar um comentário