15/10/20

Fernanda Malhão – desafio 150

Nada como a autovalorizarão

Sentia-se uma mulher muito atraente, não se importava de ser gorda, aceitava-se e desfrutava a vida sem entrar em paranoias de dietas. Não tinha de se encaixar nos padrões de beleza. Tinha um agudo sentido de humor e um número de pretendentes digno de uma diva. Com o tempo alterou o seu código de conduta, não exagera nas horas de trabalho, aprendeu a delegar, aprendeu também a agradar-se a si própria, e naturalmente é muito mais feliz!

Fernanda Malhão, 44 anos, Gondomar

Desafio nº 150 ― 6 palavras com GD

Sem comentários:

Publicar um comentário