20/11/20

Fernanda Malhão – desafio 226

O papagaio que pagou o pato

Aquele papagaio falava tanto que lá na rua sabiam-se muitas novidadespartilhava-as facilmentetagarelando-as rapidamenteSarilhos mais nada! O papagaio falador teve de retirar-sesafando-se assim de mal-entendidosNaturalmente, só palrava as frases que lhe transmitiam, repetindo-as sem a menor noção. Era apenas um papagaio, fazia sua tarefa: repetia sem moderação! Ninguém podia fustigá-lo! Tenho ou não razão? Somente menosprezaram-no, negligenciando seu potencial. Francamente, tenham razoabilidade, sejam maleáveis! Nada de punições! Vocês foram também responsáveisSabiam?!

Fernanda Malhão, 44 anos, Gondomar

Desafio nº 226 - PFTRSMN