25/11/20

Maria Silvéria dos Mártires – desafio 190

Josefa 

Tinha um ar juvenil, rosto de uma beleza irradiando alegria e júbilo. Doce e sorridente, bondade do seu olhar jorrando. Beliscava-a inveja e mentira. Justa nas suas apreciações. Conquistava as pessoas, batia e atirava as joias bebia café com leite. Jogava ténis, e pingue-pongue balouçava-se na rede do jardim, a sua diversão bucólica. Jardineira nas horas vagas. Busto parecendo uma estátua jurava a si mesma, bordar encantadoras lindas flores jarras repletas de cravos belos antúrios rosas, jasmim.

Maria Silvéria dos Mártires, Lisboa 

Desafio nº 190 ― de 3 em 3, B ou J