08 janeiro 2016

Protestos

protesto sempre foi uma forma de proteger direitos. E os protagonistas sempre procuram um protótipo que julgam ser o ideal para não protelar por mais tempo seus desejos. Por vezes tornam-se protestantes assíduos caso esses mesmo desejos não sejam atendidos. Quando um movimento protestatório desiste raramente consegue os seus intentos. Então toda aquela protensão de procurar algo melhor se esfumou, deixando de protagonizar o essencial e promover a protelação de todos os actos inerentes ao pretendido.

António Santos Ribeiro, 67 anos, Vila Nova de Gaia
Desafio nº 102 – muitas palavras com PROT


Sem comentários:

Enviar um comentário