03 fevereiro 2016

O protão e a proteína

Imagine-se! O protão apaixonou-se por uma proteína. Viu-a pela primeira vez, no laboratório, na sessão protocolar de apresentação do complexo proteico clonado. O protocolo do processo excluiu-a do protoplasma, devido a apresentar uma protuberância de causas desconhecidas. Protestava, pois detestava a ideia do afastamento, quando reparou num protozoário tristonho, por protelarem a decisão de qual o seu destino, e decidiu protegê-lo.
O protão ensaiou uma protusão na direcção dela e estabeleceu um protectorado. Agora só faltava conversarem.

Rosa Maria Pocinho dos Santos Alves, 52 anos, Coimbra

Desafio nº 102 – muitas palavras com PROT

Sem comentários:

Enviar um comentário