14 março 2016

Ilusões

A noite já ia longa, e o sono, por mais que tentasse, não vinha.
Viu um CLARÃO, que rasgou os céus, e logo a seguir a voz do trovão,
fez-se ouvir, grande e forte.
Encolheu-se entre os lençóis, assustada.
E, ao ouvir uma PORTA A BATER, ficou mais assustada ainda.
Fechou os olhos, aterrorizada, lá acabou por adormecer.
No breve pesadelo que teve, achou que ele vinha ao seu encontro.
Mas depressa percebeu, que foi apenas ILUSÃO.

Natalina Marques, 56 anos, Palmela
Desafio nº 94 com clarão, porta a bater e ilusão


Sem comentários:

Enviar um comentário