05 junho 2016

Sonhadora

Carlota rapariga sonhadora e idealista, distraía-se na sala de aula.
Enquanto devaneava nos seus anseios juvenis o lápis rolou para o chão.
O professor chamou-a à atenção por não estar a escrever o exercício.
Esta, desculpou-se, acusando um colega de ter-lhe roubado o lápis.
Injustamente acusado o colega balbuciou que o apanhou do chão.
Então, devolveu-lhe o lápis.
Os colegas fartos da parvoíce da Carlota insurgiram-se.
Podia ser rebelde, mas não tinha o direito de acusar ninguém.

Cristina Lameiras, 50 Anos Casal Cambra

Desafio RS nº 37 – o lápis caído no chão

Sem comentários:

Enviar um comentário