13 setembro 2016

Das Lembranças

Findava o verão e as epifanias estivais na quinta do fleumático avô Carlos. Ali, os 13 primos, aprendiam a escola natural, liam as árvores, bebiam das 3 fontes de alegóricos repuxos.  Pelas tardinhas de sol fulgente, à sombra do dragoeiro que, sendo só 1, cartografava o espaço de sombra abençoada, os primos acocoravam-se à volta do avô, que lhes contava estórias de outras eras.
Dessas folias, lembram-se agora os primos, com saudade, o melhor transporte das memórias.
Elisabeth Oliveira Janeiro, 71 anos, Lisboa

Desafio RS nº 41 – números primos e… primos

Sem comentários:

Enviar um comentário