15 novembro 2016

Perder tempo

Sou uma especialista em perder tempo. Também sou muito eficiente a recuperá-lo. Tanto faz se madrugo ou se aproveito para dormir um pouquinho, um pouco mais e mais na minha cama. Seja como for, no momento de chamar o elevador o relógio diz sempre a mesma coisa: “vais chegar atrasada”. Mas não há nada com que se preocupar! Desenvolvi um movimento de pés que poderia ter sido a inveja dos acessórios do Inspector Engenhocas: eu quase voo!
Raquel Fidalgo Rodríguez, 27 anos, Salamanca, prof Paula Pessanha Isidoro
Desafio Escritiva nº 13 – recordes pessoais 

Sem comentários:

Enviar um comentário