01 dezembro 2016

Não te vás

Tolas, viviam de sonhos tão vazios.
Eram sócias no negócio da costura.
E Madalena queria mudar de vida.
Naquele dia apresentou-se solta, e decidida.
E a Iva não queria acreditar.
Mas disse-lhe desdenhosa: Vai, não voltes.
– Há muito que não te via.
Assim, arrogante, nos teus saltos altos.
Sabes, as coisas não são assim.
Tu querias, mas não duram eternamente.
Tu disseste que cosias o vestido.
Achas que durma sobre o assunto?
– Não, mas não te vás.
Natalina Marques, 57 anos, Palmela

Desafio nº 113 – anagramas em frases de 6 palavras

Sem comentários:

Enviar um comentário