05 fevereiro 2017

Não desistir

Ele tinha apenas sete anos, quando viu, através de uma porta de vidro existente em sua casa, um adolescente em cadeira de rodas a jogar basquetebol.
Todas as manhãs, a partir daí, passou a observar os seus treinos, realizados com muito esforço e suor. Até ao dia em que este desapareceu. O jovem conseguira concretizar o seu objetivo, tornar-se jogador profissional.
O menino, espantado com tamanha dedicação, descobriu que nada é motivo para desistir de um sonho!
Matilde Faria e Mariana Castro, 13 Anos, Colégio Paulo VI – Gondomar, Prof.ª Raquel Almeida Silva

Desafio RS nº 34 – frase de Mia Couto

Sem comentários:

Enviar um comentário