21 março 2017

Eurídice Rocha ― desafio nº 15

Até quando?
Televisões todos os dias ligadas, na sala, quarto, cozinha. Prescreviam regras do ter sem ser… aquela família adoptava, sem crítica, as aliciantes ofertas ― os bancos vendiam tudo grátis. Compraram
casa, carro, … o mês sobrava e as dívidas acumulavam-se.  Mulher suicidou-se na Rua da Alegria. Homem, sentado, resume-se ao corpo dolorido. Agentes de execução da penhora do banco ficaram sem alma. Dez mil milhões perdoados nos offshores.
Histórias verdadeiras e são vida! Cheiram à depravação…
Dói. Sociedade imoral.
Eurídice Rocha, 50 anos, Coimbra
Desafio nº 15 com frase retirada de um livro

Sentado, resume-se ao corpo dolorido”. Mia Couto, Vozes Anoitecidas, pág. 81.

3 comentários:

  1. Gracinha todas as histórias podem ter outros finais... tenham os homens a coragem de construir outro mundo... beijinho

    O NOSSO MUNDO É ESTE de José Gomes Ferreira

    O nosso mundo é este
    Vil suado
    Dos dedos dos homens
    Sujos de morte.

    Um mundo forrado
    De pele de mãos
    Com pedras roídas
    das nossas sombras.

    Um mundo lodoso
    Do suor dos outros
    E sangue nos ecos
    Colado aos passos…

    Um mundo tocado
    Dos nossos olhos
    A chorarem musgo
    De lágrimas podres…

    Um mundo de cárceres
    Com grades de súplica
    E o vento a soprar
    Nos muros de gritos.

    Um mundo de látegos
    E vielas negras
    Com braços de fome
    A saírem das pedras…

    O nosso mundo é este
    Suado de morte
    E não o das árvores
    Floridas de música
    A ignorarem
    Que vão morrer.

    E se soubessem, dariam flor?

    Pois os homens sabem
    E cantam e cantam
    Com morte e suor.

    O nosso mundo é este….

    ( Mas há-de ser outro.)

    ResponderEliminar
  2. Muito boa... Pena, pode ser bem real! bjs,chica

    ResponderEliminar