30 março 2017

Pedro Andrade ― desafio escritiva nº 18

O acolhimento
Enquanto estava em casa, lá fora soava o ping ping da chuva, apareceram um gato e um cão à minha janela, soltando “miau… miau” e “ão… ão” sofridos.

Enquanto os observava, ouvindo o tic-tac do relógio, alguém bateu à porta “toc toc”, quando a abri, percebi o que os bichanos me queriam dizer, aproximava-se uma tempestade. Imediatamente fui recolhê-los.
Mais tarde ouvia-se o “broom” dos trovões até que adormecemos todos no sofá, cada um no seu “zzzzzzzzzzzzzzz”.
Pedro Andrade, 7º ano, Escola de Aranguez, Setúbal, prof. Teresa Alface
Desafio Escritiva nº 18 ― onomatopeias na história

2 comentários:

  1. Mário Guerra31/03/17, 22:15

    Mostrarei este texto com todo o gosto à minha mulher,
    A minha inspiração Idália Guerra

    ResponderEliminar