18 maio 2017

Rita Afonso Botelho ― desafio nº 108

Tinha um grande segredo.  Mas não podia contar, e caso viesse a ser descoberto, a minha vida nunca mais ficaria direita.  Todos os dias sentia uma grande dor, e às vezes no meio do nada desfalecia.
Não posso continuar a minha vida assim, tive grandes “professores” neste meu percurso, tenho de voltar a ser feliz. Saio de casa de cabeça erguida e aqueles que provocaram a minha angústia, vou dobrar num papel imaginário e deitar ao lixo.
Rita Afonso Botelho, 35 anos, Moita
Desafio nº 108 ― 6 palavras que originam outras 6

Sem comentários:

Enviar um comentário