03 julho 2018

Isabel Lopo ― desafio 144


TOMARA ela não se DEPRIMIR, mas sem telemóvel ficava incomunicável, PRIVADA de contatar os amigos... Nada tinha sentido, MOÍA-LHE a alma, DOíA-LHE o coração. Saíu. Soube-lhe bem o cheiro a terra ainda molhada, o despontar das flores, naquele início de primavera. Ainda há pouco DEPRECIAVA a vida, agora PRIVILEGIAVA a Liberdade.
Afinal a natureza tinha mais para DOAR do que um simples telemóvel. Os amigos haviam de lhe PERDOAR aquele silêncio...
Reconciliada, RETOMOU o caminho de casa.
Isabel Lopo, Alentejo
Desafio nº 144 ― 10 verbos com certas características

Sem comentários:

Enviar um comentário