10/04/12

Reguilas - abril 2012 III


A semente lápis

Era uma vez um menino chamado Osvaldo, que resolveu semear algumas plantas no seu jardim.
Passados alguns dias as suas sementes germinaram. No meio das várias plantas cresceu uma pequena árvore.
Esta árvore era diferente de todas as outras, pois o seu tronco e os seus ramos eram lápis.
A árvore e o Osvaldo foram crescendo e tornaram-se grandes amigos. Juntos foram escrevendo lindas histórias e dos ramos brotavam folhas e folhas de caderno.
Beatriz F. -  EB da Mata – 4º A


Conversa de escovas de dentes

Numa casa existiam duas escovas de dentes que infelizmente estavam estragadas, mas as donas não queriam trocá-las nem por 1 milhão de euros, mas ninguém sabe porquê.
E as escovas de dentes começaram a dialogar.
- Epá! Porque é que ninguém me troca!?
- Nem a mim, se nos trocassem, podíamos ser outras coisas!
- Como por exemplo?
- Folhas de papel.
- Não! Não quero ser escrita, pintada, impressa e desenhada.
- E … uma pulseira?
Diogo A. - EB da Mata – 4º A

O cahorrinho mágico

O cachorrinho experimentou montar a cavalo e as únicas palavras que disse foram:
- Pára, pára por favor, páááááááára!!!!! Auuuuuuuu!
Experimentou ser construtor e as palavras que disse foram:
- Au! A cauda ficou presa por baixo de um tijolo.
Experimentou ser professor mas foi um desastre.
Experimentou ser ator mas não conseguia decorar as falas.
Experimentou a magia e conseguiu.
Logo depois disse:
- Tomem lá cachorrinhos, agora sou melhor que vocês. Eu sou um mágico!!!!
Beatriz O. - EB da Mata – 4º A


O leão e o papagaio

 Era uma vez um leão tímido e triste, ele não tinha filhos, não tinha mulher nem amigos. Até que um dia apareceu um papagaio que lhe perguntou:
- O que tens amigo?
- Eu não tenho amigos.
- Mas eu sou teu amigo, não sou?
-Sim, acho que sim.
- Então, queres brincar comigo?
- Sim.
Os dois brincaram o resto da tarde.
- Amanhã vens brincar comigo? – perguntou o leão.
- Sim, claro. A que horas?
João Matos – EB da Mata – 4º A