20/08/12

Quita Miguel a braços com a tempestade

Não teve como evitar um estremecimento, quando o trovão se fez ouvir, bem por cima da sua cabeça. A tempestade estava perto. Sentindo o tremor das pernas, aproximou-se da janela no exacto momento em que um raio iluminava o mar à sua frente, seguido de mais um ribombar ensurdecedor.
Queria enfiar-se na cama, tapar a cabeça e deixar de ouvir, mas aquele espectáculo que a atemorizava, atraía-a de tal modo, que se tornava impossível o seu afastamento.

Quita Miguel

Sem comentários:

Publicar um comentário